Top

O Ponto final do meu mochilão foi o Machu Picchu. Fechamos a viagem com chave de ouro, chegando em um dos melhores destinos da América do Sul. Nesse post, reuni tudo o que você precisa saber para organizar sua viagem para o Machu Picchu e sentir a emoção que é chegar lá!

post atualizado em 14 de março de 2020

Machu Picchu: Tudo o que você precisa saber

Saiba mais sobre meu mochilão:Como organizar seu mochilão pela América do sulRoteiro/resumo do mochilão e Roteiro pelo Salar de Uyuni

Se você sempre teve o sonho de conhecer o Machu Picchu, mas não sabe quando vai ter férias de novo olha a boa noticia: Pega um feriado prolongado e aproveita para conhecer uma das 7 maravilhas do mundo! Uma viagem de 4 dias dá para conhecer a cidade perdida dos Incas.

No entanto, recomendo ficar um pouco mais tempo. Em Cusco, você pode fazer muitos outros passeios super legais, mas isso é assunto para outro post !

Primeira coisa que você deve lembrar antes de embarcar: a altitude pode pesar. Algumas pessoas não passam muito bem em lugar alto (eu por exemplo).

Sobre Machu Picchu

Machu Picchu é um dos sitios arqueológicos mais importantes do mundo, se não O mais importante. A história diz que foi construído no século XV e abandonada após a chegada dos espanhóis ao Peru, em 1532.

Machu Picchu só foi conhecido pelo mundo após 1511 por relatos do arqueólogo americano Hiram Bingham. Foi ele quem reconheceu, embaixo de 600 anos de vegetação, o sitio arqueológico escondido.


Confira o que fazer em Cusco


Altitude em Machu Picchu

Como eu disse, Machu Picchu é bem alto. Fica a mais de 2.400 metros acima do nível do mar. Sentir tontura, enjoo, falta de ar e dor de cabeça é normal. Por isso, é importante aclimatar-se. Ficar uns dias em outra cidade alta para se acostumar com a altitude.

Qualquer minimo esforço já te deixa cansado em uma altitude dessas. O chá de Coca alivia os sintomas e ajuda a aclimatar. Para quem gosta de beber, atenção também! A altitude “ajuda” a ficar bêbado.

Quando ir para Machu Picchu

A época de chuva ocorre entre novembro e março e é a época menos aconselhada a ir. Eu fui em janeiro (era quando eu podia!!) e foi tranquilo, mas foi sorte, pois costuma chover bastante nessa época.

Entre maio e setembro é uma boa época para viajar. Mas lembre-se que julho e agosto são meses de férias e fica muito muito cheio e é considerado alta temporada.

A temperatura média anual é de 20 graus e a noite costuma fazer mais frio (por volta de 12 graus). No inverno, a temperatura a noite pode chegar a 0.

Importante: a trilha inca fecha no mês de fevereiro. O Machu Picchu fica aberto o ano inteiro.


Como é se hospedar no SUMAQ hotel em Machu Picchu


Qual moeda usar em Machu Picchu

A moeda se chama Nuevo Sol. Vale a pena levar dinheiro e trocar um pouco logo que chegar ao aeroporto.

Como chegar em Machu Picchu:

Antes de chegar em Machu Picchu, você tem que ir antes para Aguas Calientes (o vilarejo mais próximo a Machu Picchu). E para chegar lá, temos algumas opções, ir direto de trem, ir até Ollantaytambo e pegar um trem lá ou fazer trilha:

1. Trem

Trem é o jeito mais fácil e confortável de chegar a Machu Picchu. Confira todas as dicas sobre o Inca Rail nesse post. 

2. Trilha para Machu Picchu

A trilha Inca é a principal trilha para chegar ao Machu Picchu. Mas existem outras variações dela também, mais curtas, mais leves, etc.

Trilha Salkantay:

Duração: 5 dias   Nível de dificuldade: difícil.  Preço: por volta de US$300

Essa trilha é para quem ama esportes e natureza. É preciso ter preparo físico e estar disposto a ficar 5 dias na mata. Se você quer fazer a trilha, é preciso reservar com alguns meses de antecedência. Geralmente o valor inclui equipamentos, barracas, guia, uma diária em Águas Calientes e a entrada para Machu Picchu.

Trilha Inca

Duração: 4 dias   Nível de dificuldade: difícil.  Preço: por volta de US$500

A trilha também não é barata e é um pouco mais corrida que a anterior. Essa é a clássica trilha inca e recomendada para quem tem tempo e espirito de aventura.

Trilha Inca – 2 dias e 1 noite

Duração: 2 dias   Nível de dificuldade: intermediário.  Preço: por volta de US$400

Essa foi a trilha que eu fiz. O começo da trilha é feito de trem (mesmo percurso de quem vai fazer o percurso inteiro de trem). O Trem para no meio do caminho, no km 104, onde saltamos para começar a trilha. A trilha dura o dia inteiro e no final do dia, chegamos a Inti Punku, ” A porta do Sol”, de onde temos uma vista panorâmica maravilhosa de Machu Picchu.

Descemos Machu Picchu e descemos de ônibus até águas calientes, pernoitamos por lá e no dia seguinte voltamos a Machu Picchu para conhecer a cidade perdida dos incas. No final do dia, pegamos o trem de volta para Cusco.

É uma ótima opção para quem quer “sentir o gostinho” da Trilha Inca, mas não tem tempo e/ou preparo físico para a trilha completa.

Fiz a trilha com a empresa QORIANKA TOURS PERU. Adoramos. Nossos guias eram super atenciosos, sabiam tudo e nos acompanharam muito bem. Essa empresa também faz outros passeios e outras trilhas.

Vale a pena fazer Bate e Volta para Machu Picchu?

O bate volta (ir e voltar no mesmo dia) de Cusco dá para fazer, mas é melhor passar uma noite em Águas Calientes e conhecer Machu Picchu bem cedo no dia seguinte.

Sobre Águas Calientes

Minha recomendação é dormir uma noite em Aguas Calientes para visitar Machu Picchu com calma. Confira nossa dica do hotel SUMAQ em Aguas Calientes.

Como ir de Aguas Calientes para Machu Picchu?

Quando chegar em Águas Calientes, compre logo o ticket de ônibus para subir o Machu Picchu. De ônibus, o percurso dura 20 minutos. Quem quiser, pode subir andando também. É uma subida bem íngreme e dura por volta de 1h30m.

Para comprar seu ingresso, vá até a Avenida Hermanos Ayar S/N, entre as 5 e 21 horas, ou ainda pode fazer sua reversa online pelo site da empresa.

O preço do ônibus (ida e volta) custa por volta de US$25,00. Esse preço é só do ônibus, a entrada é comprada a parte!

A visita para Machu Picchu

Você precisa comprar ingresso com antecedência e na hora de comprar o ingresso tem que escolher que horas você quer entrar no Machu Picchu.


Como ir de Cusco a Machu Picchu de trem


Qual a melhor hora pra ir a Machu Picchu?

O melhor horario para chegar ao Machu Picchu é bem cedo. Levante por volta das 4 da manhã e já entre na fila dos ônibus antes das 5 (sim, já tem fila!!). Os ônibus começam a sair entre 5h e 5h30. As vantagens são várias: está mais vazio e o sol nascendo de lá é uma coisa única. Uma experiência de arrepiar.

A desvantagem de ir cedo é que pode ter neblina quando você chegar, mas a tendencia é o tempo abrir logo. Quando fomos em fevereiro de 2020, chegamos e estava bem nublado, mas logo o tempo abriu!

Os grupos maiores costumam chegar por volta das 10:30. Os últimos ônibus partem as 17h30.

O passeio pode durar por volta de 4/5 horas e é tempo suficiente para conhecer bem o Parque Arqueológico. Antes de subir, pegue um mapa para conseguir se localizar bem por lá.

Carimbar o Passaporte em Machu Picchu

Na recepção, na entrada do Parque, você consegue carimbar seu passaporte com o carimbo  do Machu Picchu.

O que levar para Machu Picchu

Primeiro de tudo: passaporte ou RG. Já em relação a roupa, vá com as suas roupas mais confortáveis. Calça leve, camiseta e um casaco. Leve também água e um lanche. Óculos, chapéu, protetor solar também são coisas importantes. Ah e claro! câmera fotográfica e também uma bateria extra (vai que…)

Vale a pena Contratar um Guia?

Sim, super vale a pena. Principalmente no Machu Picchu, um lugar com tanta historia. Mas nao se preocupe com isso. Na entrada tem uma oferta bem grande de guias, tamanho do tour, quantidade de gente, etc. O grupo de 10 pessoas costuma custar 30 soles por 2 horas de passeio. Grupos menores são mais caros.

Para um guia particular, contratamos o Freddy (+51 957 089 436) e pagamos USD 60 para o tour com 4 pessoas. Super valeu a pena.

Comprar ingresso pra entrar em Machu Picchu

Isso voce tem que fazer antes mesmo de sair do Brasil. (clique aqui) Existe um limite por dia de turistas que podem visitar. Então é super importante comprar o ingresso assim que fechar a viagem. Evite domingos. Normalmente é um dia bem mais cheio, pois os Peruanos tem desconto na compra do ingresso. Estrangeiros pagam por volta de 152 soles de entrada. Estudantes tem desconto.

Se você quiser subir para Huaynapicchu, a antecedência tem que ser ainda maior, pois são menos ingressos.

O site oferece 3 opções de compra:  Machu Picchu, Machu Picchu +Huaynapicchu e Machu Picchu +Montaña.

Se comprar ingresso somente para Machu Picchu você terá direito a cidade inca e poderá tirar a famosa foto da pedra com vista de cima. Huaynapicchu é a montanha que fica acima de Machu Picchu e a trilha dura uma hora. Lá de cima, você tem uma vista maravilhosa do Machu Picchu. Montaña fica do lado oposto e o trajeto é mais cansativo e mais longo também (1h30m)

Vamos Viajar ?
Quando você faz sua reserva com os links aqui do blog, você não paga nada a mais e a gente ganha uma pequena comissão. Isso ajuda o blog a se manter. Obrigada 🙂 Se você curtiu o post, não esqueça de compartilhar com seus amigos! Ainda tem dúvidas? Deixa um comentário que vamos responder!
Hospedagem
Hospedagem: Se você é daqueles que gosta de ficar em hotel, use nosso Booking para fazer sua reserva! Em muitos casos a reserva pode ser cancelada sem qualquer custos (ver de acordo com o hotel/pousada). Já para quem prefere ficar hospedado em um apartamento/casa o airbnb é sempre uma ótima opção!
Seguro viagem
Seguro viagem: O seguro de viagem é super importante para evitar qualquer dor de cabeça desnecessária. Mas mais que isso, é OBRIGATÓRIO em viagens para a Europa. Usando o Seguros Promo você pode pagar em até 12 vezes no cartão ou receber 5% de desconto usando o código NANAMELEVA5
Aluguel de carro
Aluguel de carro: Reserve com a Rent Cars –, a cobrança é sempre feita em Reais e você não paga IOF, você ainda pode parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito ou ganhar 5% de desconto no boleto bancário!
Chip Internacional
Chip Internacional: O chip da EasySim4u oferece diversos tipos de pacote para quase todos os países. Assim consigo viajar tranquila e continuar usando meu telefone normalmente
Transferência de dinheiro
Transferência de dinheiro: Para facilitar a vida de quem quer fazer transferência internacional de dinheiro, minha sugestão é o Transferwise
Passeios
Passeios: Para quem quer programar passeios, o Get your Guide é ótimo para ver o que fazer nas cidades e estar com a certeza de um passeio legal!

Eu sou a Ana, advogada e apaixonada por viagens desde que me entendo por gente. Dizem que a paixão por viajar é genética e não tem porque duvidar disso. A família ensinou que o melhor da vida é poder explorar cada cantinho desse mundo. Veja mais no meu instagram @nossoblogdeviagem

Comentários:

  • 5 de fevereiro de 2018

    O Peru está em minha lista de lugares que eu quero muito conhecer faz bastante tempo. Por uma razão ou outra sempre termino adiando e outro destino entra em seu lugar. Um dia eu vou, sei disso. As informações sobre machu picchu estão ótimas, bem objetivas, sem dúvida nenhuma de grande ajuda em qualquer planejamento de viagem.

    reply...
  • 6 de fevereiro de 2018

    Machu Picchu é demaaais! Amei conhecer. Cusco também vale muito a pena. Indico para todos um mochilão pelo Peru!

    reply...
  • 7 de fevereiro de 2018

    Machu Picchu foi um destino inspirador, principalmente todas as cidades do Vale Sagrado, foi uma viagem inesquecível e que indico a todos os viajantes, ótimas dicas como sempre!

    reply...
  • 8 de fevereiro de 2018

    Legal, adorei, muito completo o post!

    A viagem para Machu Picchu foi nosso primeiro mochilão lááááá atrás, não vejo a hora da minha pequena ficar um pouco maior para refaze-la.

    reply...
  • 8 de fevereiro de 2018

    Que post completo! Adorei a dica sobre a Trilha Inca! Machu Picchu é um destino que deixei no topo da minha bucket list. Obrigado por compartilhar!

    reply...
  • 6 de abril de 2020

    Quero muito conhecer Machu Picchu!

    reply...

post a comment