Top

Esse é o quarto post da série sobre a Jordânia! Aqui, vamos falar sobre a experiência da Carol no incrível e inusitado deserto de Wadi Rum. O deserto é uma das principais atrações turísticas da Jordânia. Nesse post, Wadi Rum: Tudo o que você precisa saber sobre o deserto da Jordânia

A primeira característica do deserto é o fato dele ser todo vermelho/laranja. Por ter essa característica, o deserto foi palco do filme Perdido em Marte (2015).

O deserto é um parque nacional de mais de 720 km2 e é preciso pagar entrada.  A área protegida de Wadi Rum também é conhecida como Vale da Lua. O deserto vermelho é habitado há séculos e antigas civilizações deixaram suas marcas por lá. Hoje, as tribos beduínas ocupam a região e contam com uma estrutura relativamente boa.

Onde fica o Wadi Rum:

Related image

O deserto fica no extremo sul da Jordânia, próximo da Arabia Saudita. A reserva também fica relativamente próxima a cidade litorânea de Aqaba.

Como chegar em Wadi Rum:

De Wadi Musa fomos para o Wadi Rum. O caminho durou umas duas horas, são 90 km de distância. A estrada é boa e ruim em alguns momentos, mas as paisagens são super diferentes e chegando mais perto do deserto você vê uns povoados bem afastados da cidade e conseguíamos ver com clareza que lá era um pouco mais conservador, não tinha nenhuma mulher sem burca nas ruas. Quando paramos pra comprar uma agua eu nem quis sair do carro, pois seriamos dois seres estranhos andando por ali.

Dica importante, é para quando reservar o acampamento você entrar em contato com eles dizendo a hora aproximada que você irá chegar. Isso porque, nossos carrinhos alugados não conseguem enfrentar as areias do deserto e seria bem complicado de nos localizarmos. Então, cada camping tem o seu próprio estacionamento e eles irão te explicar o melhor caminho.

 

Onde ficar em Wadi Rum:

Nós ficamos no Rahayeb Desert Camp é excelente (a partir de 40 euros, mas com quartos melhores que chegam a 200 euros), se não é o melhor é um dos melhores campings do Wadi Rum. Não quisemos economizar, pois como já sabíamos que as instalações no deserto são mais precárias escolhemos o que nos proporcionaria o maior conforto para não passarmos perrengue. E as instalações são ótimas, o camping é bem bonito e tem um estilo beduíno bem legal! Recomendamos muito.

Outras boas opções de camping são: Bedouins Desert Camp (a partir de 15 euros), Salem Camp (a partir de 45 euros), Bedouin Family Camp  (a partir de 12 euros) e Jamal Rum Camp (a partir de 15 euros).

Os mais luxuosos Memories Aicha Luxury Camp (a partir de 150 euros) e Desert planet camp (a partir de 200 euros) e o Rahayeb, que já falei!

Chegamos no estacionamento do nosso camping um pouquinho mais cedo e não tinha ninguém nos esperando. Ligamos e em 10 minutos chegou a 4×4 para nos buscar. Lá no camping nos instalamos, bebemos chá (o chá beduíno é uma delicia, até trouxe para casa!). Nosso quarto era uma cabana, com uma cama de casal e uma de solteiro e um banheiro privativo. Tudo bem espaçoso!

O que fazer em Wadi Rum:

Pedimos para o hotel falar com uma empresa de turismo pois queríamos fazer um tour. Um representante da empresa veio no camping falar com a gente. Lá existem tours de 2, 3 e 6 horas. Optamos pelo tour de 3 horas terminando com o pôr do sol no deserto. Como era umas 11h da manhã e o nosso passeio começava as 14h, além de estarmos no meio do deserto sem energia elétrica pois o gerador só é ligado algumas vezes ao dia, também estávamos muito cansados, então tiramos aquela soneca até a hora do passeio.

Dica importante: antes de ir para o acampamento ou para qualquer passeio, compre/leve muita água e também um lanchinho se você se sentir fome! E aquela velha dica do protetor solar e óculos escuros também vale!

Começamos o passeio na parte de traz de uma 4×4, foi ótimo porque temos uma visão bem ampla de tudo, ventinho na cara, muito bom para tirar fotos! Paramos em vários pontos, vimos pinturas rupestres, formações de rocha únicas, dunas. Em algumas rochas dá pra ver uma marca mais escura de quando ali ainda era um oceano! Se você já conheceu algum deserto e acha que será a mesma coisa, pode esquecendo. O Wadi Rum é MUITO diferente. E é incrível como o seu colorido vai mudando e de repente ele fica vermelho e nos sentimos, realmente, em Marte! Não é a toa que gravaram o filme Perdido em Marte lá, né? Não imagino lugar melhor!

Paramos também em uma lojinha beduína, que vendia artesanato e chás. Queria muito comprar o chá que custava 2 JOD, mas só tinha uma nota alta e o beduíno não tinha troco então ele disse que era um presente pro Brasil! Todo mundo na Jordânia é muito gentil! (Engraçado que eles são um povo que amam receber as pessoas, então as vezes estávamos comendo em algum restaurante recebíamos uma xicara de chá de pessoas que também estavam comendo no restaurante. Viam que éramos turistas e estávamos sem chá e eles ofereciam. Um uber que a gente pegou também em Amã parou numa cafeteria e nos deu café. São muito fofos! E eles fazem isso sem querer nada em troca. Bom, voltando ao deserto…)

Antes do pôr do sol, paramos em um local lindo e que é o mesmo lugar de uma foto do Matt Damon no filme. Hahaha eles são muito orgulhosos disso. Posei igual ao Matt Damon e realmente ficou um fotão, nosso guia ainda me falou que: “essa é a mesma pedra que ele sentou!!”hahaha fãs do Matt Damon, não percam o Wadi Rum!!!

Nossa última parada foi para ver o pôr do sol de cair o queixo no Wadi Rum. Espetacular!!! Fechou com chave de ouro nosso único dia no deserto e foi uma experiência incrível!

wadi rum

A noite jantamos no camping, um jantar com comida típica beduína e estava muito gostoso!! Uma das melhores comidas da viagem. Mas depois do pôr do sol a temperatura cai drasticamente, estava em torno de 3 graus mas a sensação térmica estava bem menor!! Eu não me dou muito bem com frio, então sofri muito essa noite. Um pouco antes das 22h eles desligam o gerador e ficamos sem luz, por isso dormimos super cedo. O quarto não tem calefação (já é pedir demais pro meio do deserto né?) e como é só uma barraca com lona passa muita friagem. Apesar da cama ser bem confortável e ter cobertores bem grossos não são suficientes. Nós dormimos super encasacados! Não esqueçam jamais roupas de frio para o deserto!! No dia seguinte, tomamos o café da manhã (que era sempre a pior refeição pra mim, não gostava de nada!) o motorista nos levou até o nosso carro e seguimos para o mar morto.

Vale a pena ficar mais de um dia?

Sinceramente, acho que não. Se você fizer o passeio de 6 horas, por exemplo, você verá tudo e mais um pouco do deserto. Não terá absolutamente nada para fazer no outro dia e os hotéis lá não tem infra estrutura para você aproveitar o hotel, então acho que uma noite é o suficiente. Ah, e no tour pelo deserto não vai andar de camelo, heim? Lembra do nosso combinado? Rs

Todos os posts da Jordânia:

Vamos Viajar ?
Quando você faz sua reserva com os links aqui do blog, você não paga nada a mais e a gente ganha uma pequena comissão. Isso ajuda o blog a se manter. Obrigada 🙂 Se você curtiu o post, não esqueça de compartilhar com seus amigos! Ainda tem dúvidas? Deixa um comentário que vamos responder!
Hospedagem
Hospedagem: Se você é daqueles que gosta de ficar em hotel, use nosso Booking para fazer sua reserva! Em muitos casos a reserva pode ser cancelada sem qualquer custos (ver de acordo com o hotel/pousada). Já para quem prefere ficar hospedado em um apartamento/casa o airbnb é sempre uma ótima opção!
Seguro viagem
Seguro viagem: O seguro de viagem é super importante para evitar qualquer dor de cabeça desnecessária. Mas mais que isso, é OBRIGATÓRIO em viagens para a Europa. Usando o Seguros Promo você pode pagar em até 12 vezes no cartão ou receber 5% de desconto usando o código NANAMELEVA5
Aluguel de carro
Aluguel de carro: Reserve com a Rent Cars –, a cobrança é sempre feita em Reais e você não paga IOF, você ainda pode parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito ou ganhar 5% de desconto no boleto bancário!
Chip Internacional
Chip Internacional: O chip da EasySim4u oferece diversos tipos de pacote para quase todos os países. Assim consigo viajar tranquila e continuar usando meu telefone normalmente
Transferência de dinheiro
Transferência de dinheiro: Para facilitar a vida de quem quer fazer transferência internacional de dinheiro, minha sugestão é o Transferwise
Passeios
Passeios: Para quem quer programar passeios, o Get your Guide é ótimo para ver o que fazer nas cidades e estar com a certeza de um passeio legal!

Eu sou a Ana, advogada e apaixonada por viagens desde que me entendo por gente. Dizem que a paixão por viajar é genética e não tem porque duvidar disso. A família ensinou que o melhor da vida é poder explorar cada cantinho desse mundo. Veja mais no meu instagram @nossoblogdeviagem

Comentários:

  • Gabriela Torrezani

    3 de julho de 2018

    AAhhh…essas experiências no deserto são transformadoras, né? Seu post me lembrou muito a nossa aventura no deserto do Egito, também com os beduínos. Fiquei com saudades. Que legal que as pessoas oferecem presentes, chás e tal. Parecem mais gentis que os egipcios.

    reply...
  • 3 de julho de 2018

    Um dos lugares da minha bucketlist, que lugar incrível e a visão é fantástica. Não dá pra ficar louco em conhecer um local desses. Ótimo post!

    reply...
  • 3 de julho de 2018

    Kramba! Fiquei de boca aberta com as fotos deste lugar! Já estou me planejando para uma próxima trip internacional e confesso que seu post me deixou bem tentado de conhecer a jordânia haha
    Abçs

    reply...
  • 7 de julho de 2018

    A Jordania é fascinante! Amei as dicas e as imagens da trip. Cenários fantásticos e muita cultura esse país tem pra oferecer. Deve ser incrível!

    reply...

post a comment